Notícia

37º Enafit – Encontro terá programação técnica em sintonia com a realidade da categoria e do País

Clique na imagem para ver todas as fotos

Por Nilza Murari

A Comissão Organizadora do 37º Encontro Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho – Enafit reuniu-se nos dias 23 e 24 de maio em Aracaju, Sergipe. Estiveram na pauta um encontro com Auditores-Fiscais do Trabalho do Estado, a discussão da programação técnica e visitas a locais que poderão abrigar a programação cultural.

Na quinta-feira, 23, pela manhã, a vice-presidente Rosa Jorge, acompanhada pela delegada sindical Maria Mazzarello Andrade de Mendonça, fizeram uma visita de cortesia à superintendente Celuta Cruz Moraes Klauss, que é Auditora-Fiscal do Trabalho. No breve encontro trataram de questões administrativas e perspectivas de futuro da Auditoria-Fiscal do Trabalho.

Em seguida, no auditório da Superintendência Regional do Trabalho, houve uma conversa com Auditores-Fiscais ativos e aposentados. Rosa Jorge foi acompanhada pelas diretoras Marli Marlete, Rosângela Rassy e Vera Jatobá. Além de informes sobre atividades do SINAIT em defesa da categoria e da carreira, as dirigentes fizeram um chamado à participação no 37º Enafit, que será realizado em Aracaju de 17 a 22 de novembro.

Maria Mazzarello afirmou que precisa da colaboração e participação de todos para que o evento se realize conforme as expectativas de todos os colegas do Brasil. Marli Marlete, que também é de Sergipe, reforçou o chamado, ressaltando que todos os Auditores-Fiscais do Trabalho sergipanos são anfitriões do Encontro e isso exige envolvimento. Rosângela reforçou a importância do evento, que tem formato misto, de discussão técnica e congraçamento da categoria. “Muitas vezes, nasceu no Enafit o embrião de discussões que levaram o SINAIT a grandes projetos e propostas”.

Vera Jatobá parafraseou o escritor Gabriel Garcia Márquez, dizendo que “há amor em tempos de cólera”, referindo-se ao momento difícil pelo qual a Auditoria-Fiscal do Trabalho e o país passam. Para ela, o SINAIT atua por direitos da categoria e também dos cidadãos e trabalhadores, e não age ao sabor da correnteza.

Rosa Jorge fez a ligação das lutas atuais com a trajetória do SINAIT e da carreira. Foi na luta que a categoria conquistou o patamar que hoje tem, ímpar no mundo, se comparada às estruturas de fiscalização de outros países. “A luta é contínua, diária. Por direitos de ativos e aposentados. Precisamos estar atentos. Os aposentados também devem participar, visitar parlamentares”, disse ela, referindo-se particularmente à reforma da Previdência, que ameaça direitos de todos.

A vice-presidente também prestou informes sobre o Bônus de Eficiência e Produtividade, que vem sendo contestado pelo Tribunal de Contas da União, tanto para ativos como para aposentados, em razão, principalmente, da falta de regulamentação. O SINAIT está atuando sobre o processo e também quer a regulamentação, para que não pairem dúvidas sobre a legalidade e legitimidade do Bônus. Rosa Jorge afirmou que o Enafit é um espaço de discussão privilegiado, onde estarão reunidos muitos Auditores-Fiscais do Trabalho, de todo o País. Todas as discussões estarão presentes.

Visita à sede da DS/SE

Após a reunião as diretoras do SINAIT visitaram a Delegacia Sindical de Sergipe - DS/PE, cuja sede é vizinha à SRT/SE, para facilitar o acesso dos Auditores-Fiscais do Trabalho, realização de assembleias e reuniões.

A sala é própria, teve seu espaço muito bem aproveitado e dispõe de equipamentos que permitem realizar reuniões virtuais, o que tem facilitado bastante a comunicação entre os integrantes da Comissão Organizadora do 37º Enafit.

Reunião técnica

Os períodos da tarde de quinta-feira e da manhã de sexta-feira, 24, foram dedicados ao levantamento de assuntos e nomes para a programação técnica do Encontro. A Comissão decidiu manter mini cursos para os Auditores-Fiscais do Trabalho como um espaço de formação e capacitação, além do curso que será oferecido gratuitamente à comunidade.

Assuntos relacionados à segurança e saúde no trabalho, a novas formas de contratação e tecnologias, além dos desafios da imigração e as experiências de projetos dos Auditores-Fiscais do Trabalho no mundo do trabalho estarão presentes, com abordagens atuais, questionadoras e desafiadoras para os Auditores-Fiscais do Trabalho. A importância da fiscalização numa perspectiva arrecadadora para o Estado, as implicações da reforma da Previdência, as perspectivas financeiras para o futuro, entre outros temas, serão também abordados.

O quotidiano da fiscalização não ficará de fora. Trabalho escravo, trabalho infantil, FGTS, acidentes de trabalho, serão temas centrais e transversais, que darão oportunidade a todos os participantes de se manifestarem e refletirem sobre a prática diária.

Para Rosa Jorge, a programação técnica “deve ser muito bem ‘amarrada’ e estar em sintonia com a realidade que estamos vivendo, de transformações nas relações trabalhistas e também na relação do Estado com os servidores públicos. Nossa perspectiva não é de nos conformarmos com o que vem, mas de pensarmos formas de agir contra uma onda de retrocessos que vai custar muito caro ao País e aos brasileiros”.

Programação cultural

Quem trabalha durante o dia tem direito a relaxar depois da labuta. Pensando nisso, a Comissão Organizadora está verificando, entre as diversas opções que a cidade de Aracaju oferece, os espaços que poderão receber os enafitianos.

No domingo à noite, 17 de novembro, a abertura do 37º Enafit é festiva. Na segunda-feira, 18, haverá um happy hour no espaço contíguo ao Centro de Convenções onde se realizarão os trabalhos técnicos. Na terça-feira, 19, e na quinta-feira, 21, estão sendo organizados eventos que privilegiam a cultura local, artistas da terra, gastronomia típica e, claro, os encontros.

Inscreva-se já!

As inscrições estão abertas e são feitas exclusivamente pela internet, no hot site www.enafit.com.br. Todas as informações necessárias estão no site, na aba Inscrição. Siga os passos indicados e forneça as informações solicitadas. O processo é muito simples e autoexplicativo.

No site você também já pode se inscrever para participar da 2ª Corrida Contra a Escravidão, que neste ano será realizada no domingo, 17, pela manhã. Portanto, é preciso se programar para chegar a Aracaju no sábado, 16 de novembro.

A corrida é aberta ao público. Enafitianos pagam R$ 37,50 pela taxa de inscrição, que corresponde a 50% do valor da taxa para o público geral. O Kit será entregue no dia 16. As informações serão divulgadas detalhadamente em data mais próxima do evento esportivo.

A agência de turismo Propagtur está pronta para auxiliar os enafitianos a fazer as melhores escolhas, de acordo com suas necessidades e preferências. Entre em contato para saber sobre a rede de hotéis parceiros do 37º Enafit, pacotes de passeios antes e depois do Encontro. As condições negociadas são especiais para os enafitianos.

 

Propagtur

Cristina | (79) 2107-4414 | cristina@propagtur.com.br 

Juliana | (79) 2107- 4416 | juliana@propagtur.com.br 

Rafaela | (79) 2107-4434 | rafaela@propagtur.com.br